CAPITÃO AMÉRICA: O PRIMEIRO VINGADOR | CRÍTICA DO FILME

NOTA
6

A crítica deste filme é muito similar à de Thor. Em ambos os filmes, dentre os milhares de detalhes que são necessários para que o resultado seja bom, só falharam em uma coisa. Porém, falharam em detalhes cruciais onde é imperdoável passar despercebido. Em Thor, falharam no final (inacreditável! Leia a crítica aqui). Já em Capitão América, não posso nem afirmar que foi uma falha pois, na verdade, foi obviamente uma opção dos produtores: A EDIÇÃO.

Independente do material que é produzido e filmado em um filme, tudo pode ser salvo ou perdido na ilha de edição. A edição é quem determina que cenas serão usadas, quais serão cortadas, se o clima das cenas será romântico, sinistro, alegre, irônico, etc. Mas, principalmente, a edição determina o rítimo e dinâmica do filme. E para enorme decepção de todos os adultos que curtem o Capitão América e os quadrinhos em geral, fizeram questão de editar todo o filme especificamente para crianças! Explosões sem limites, ação sem explicação, paixão sem profundidade e o herói saltitando pelos milhares de inimigos sem sofrer nenhum arranhão. Este, por incrível que pareça, foi o ingrediente do filme. Cara, se eu tivesse 12 anos de idade, eu realmente teria dado nota 10 para o filme, mas não é o caso. Eu até odeio este estilo de cartaz que postei nesta crítica, todo colorido, cheio de explosões ao redor do personagem principal. Porém é o que mais tem haver com este filme.

Realmente fiquei impressionado com esta opção infantil para abordagem deste filme, pois é exatamente o oposto do que os filmes de quadrinhos que estão fazendo sucesso optaram. Batman, X-Men 1 e 2 e Homem de Ferro, por exemplo, só fizeram sucesso pois finalmente abordaram as hq’s com um conceito maduro. E nesta perspectiva, foi necessário uma mega explicação racional para justificar poderes sobrenaturais, uniformes, paixões, etc. Esta abordagem madura e realista para estes filmes com histórias e fatos totalmente surreais é realmente necessária para que o público se IDENTIFIQUE com tal história que é contada, e o filme não pareça um mero desenho animado.

Neste Capitão América, as explicações racionais se limitaram aos primeiros 20 minutos de filme. O resto do filme foi um show de fogos de artifício, onde nem era necessário ler as legendas para entender o que ocorria. Eu me tornei mestre em falar sobre filmes sem contar os detalhes, para não estragar a surpresa de quem ainda não assistiu, mas realmente eu preciso expor alguns fatos que não dá para engolir:

  • Todo mundo vê que Steve Rogers serviu de cobaia para um experimento científico que aumentou sua força, rapidez e resistêcia. Mas em NENHUM momento explica onde ele aprendeu a lutar, manuzear todos os tipos de armas brancas e de fogo, pilotar todos os tipos de máquinas (incluindo tanques e aviões) e a se tornar um incrível estrategista de guerra.
  • Todo mundo sabe que o Capitão América é mestre em manuzear seu escudo, mas em NENHUM momento mostra ele treinando com o escudo, justificando tal habilidade. Simplesmente ele acha o escudo em uma das bases militares, Haward Stark diz “Pode ficar. É uma peça única, feito de um metal raríssimo e indestrutível, mas pode ficar de presente”. E, imediatamente na cena seguinte, já mostra o Capitão à frente do exército utilizando o escudo de forma magnífica, se defendendo e o usando como bumerangue, arremessando e voltando direto para sua mão. Nem mesmo mostram a construção do escudo!!! Eu estava ansioso para ver os cientistas achando o vibranium (ou até a primeira versão em adamantium), desenhando o escudo, o Capitão treinando com ele… mas fiquei na saudade.
  • Todo mundo já sabia que haveria o Caveira Vermelha como inimigo mas, embora tenha se falado bastante sobre como ele ficou com a cabeça daquele jeito, em NENHUM momento mostrou o fato acontecendo!!! Simplesmente mostraram uns flashes do ator sofrendo as dores da experiência, depois já mostram o resultado final, já com a cabeça vermelha. Eu estava morrendo de curiosidade para saber como iriam mostrar este desastre acontecendo, seilá.. a cabeça do cara queimando, ou desintegrando, ou sendo eletrocutada, .. qualquer coisa do gênero que mostrasse a TRANSFIGURAÇÃO do inimigo com a cara normal se transformando no Caveira Vermelha. Também fiquei na saudade.

Convenhamos, estes são mais que detalhes, estes são fatos cruciais que um filme do Capitão América, com a tecnologia e orçamento que gastou, não poderia ter deixado de contar. No final das contas, o filme foi dividido em duas partes extremamentes diferentes:

  • O COMEÇO do filme foi até muito cativante e inspirador. Steve Rogers franzino com um grande desejo de realizar algo importante, seu alistamento e a experiência. Tudo até aí estava excelente! Foi um pouco corrido, mas tudo bem. Pois é óbvio que, embora precise de explicações, queremos ver a maior parte do filme com o Capitão América, e não com o Steve Rogers.
  • A PUBLICIDADE: Tiveram a magnífica idéia de apresentar o uniforme brega e coloridasso do Capitão como uma campanha publicitária para angariar voluntários para guerra. Foi uma solução inteligentíssima que, além do uniforme, apresentou o primeiro escudo (que não era redondo). Esta parte rendeu alguns minutos com algumas risadas. Porém, este foi o divisor de águas entre as 2 partes: um ótimo começo e uma sessão da tarde na globo.
  • O RESTO: a partir daí, foi só pancada. Sem explicações, tudo foi explodindo e indo pelos ares, até subir as letrinhas dos créditos.

Poisé. Eu disse no começo do filme que o ponto fraco foi a edição, e não o roteiro, pois o roteiro realmente foi ótimo. É notório que muito material foi filmado dando milhares de opções e formas para contar esta história. Houveram vários momentos DRAMÁTICOS que justificariam muitas emoções durante o filme. Porém estes momentos dramáticos foram editados de forma corrida, com muitos cortes e pulos de uma cena para outra, sem nenhum slow nas partes mais emocionantes, com músicas péssimas de fundo, fazendo com que o público assistisse as cenas, mas não fosse envolvido pelo clima e pelos fatos ocorridos.

Outro detalhe: embora o ator Chris Evans seja muito bom, nunca achei que tivesse sido a melhor opção para este personagem que, na minha opinião, deveria ser representado por alguém mais maduro, com voz mais grave, que realmente impusesse uma presença e autoridade que Evans (apesar dos músculos) não possui. É uma questão de personalidade. De qualquer forma, eu costumo esperar para ver, pois atores são camaleões e já errei criticando, por exemplo, criticando a escalação de Hugh Jackman (que mata a pau como Wolverine, apesar de não ser baixinho) e Chris Hemsworth (que matou a pau como Thor, apesar do filme ser ruim). Porém, com Chris Evans eu acertei. Com este ator, o Capitão América ficou angelical e inocente demais, ao contrário do líder de semblante robusto que deveria representar. Acho que o papel de Tocha Humana ou de qualquer outro jovem ainda é ideal para ele. Já ficou até mais difícil me convencer de que este loirinho meigo conseguirá em 2012 liderar Homem de Ferro, Thor e Hulk! Com os poderes e personalidades excêntricas de cada um, tô até com dó deste Capitão.

Resumindo, para ser franco, eu não entendi. Por que um filme que teve tudo para ser ótimo para todos os públicos, foi editado de forma extra-ultra-mega popular para as crianças, ao invés de simplesmente seguir a fórmula mais madura dos outros filmes que já deram certo??? Sinceramente não sei. Mas mantive a nota acima da média, pois, para o gênero infantil, o filme é muito bom.



Sobre tioultimate

blog tipo 2 do titio ultimate
Esse post foi publicado em Capitão América, Cinema, Marvel, RUBENS JUNIOR. Bookmark o link permanente.

17 respostas para CAPITÃO AMÉRICA: O PRIMEIRO VINGADOR | CRÍTICA DO FILME

  1. Marcus disse:

    Mas o escudo até hoje não é feito de uma composição de proporções desconhecidas de vibranium e damantium? Só por curiosidade.

  2. Larfleeze disse:

    Isso mesmo! (Vibranium+adamantium)Eu nao vi o filme ainda, mas estava na expectativa de ser um grande filme.. Vamos ver.

  3. Artur disse:

    Movies of DC Rules… Marvel = Disney ( Tudo Bem que adoro filmes da Disney xD) Mais percebe-se nitidamente que os filmes não seguem mais o mesmo parametro…

  4. ¬¬? disse:

    Esta critica é um lixo!Sem mais palavras!

  5. advronaldo disse:

    Para mim, o pessoal da direção e edição preferiu fazer um filme mais voltado para ação do que uma estória de origens propriamente dito, com todos aqueles cortes de treinamento, condicionamento e outros, tudo aquilo que já estamos acostumados em outros filmes, e tbém. abre espaço para explicar isso em uma eventual continuação, como é no caso do Wolverine recebendo seu treinamento ninja nesse próximo filme.

  6. uhauhauhauhauhauhauha Eita hein senhor critico!Eu gostei do filme, me diverti mesmo!As pessoas andam esquecendo-se do que elas vão fazer no cinemaVocê vai ao filme do Lanterna Verde por que quer ver um cara de verde lançando coisas verdes e espera que as coisas pelo menos se encaixem e que o clima condiz com o personagem.Ai sai de lá reclamando que o filme faltou profundidade e talz, o que muita das vezes é verdade! O filme do cap é legal, mostra a transformação, pula as partes de treinamento, mas, quem prestou atenção e viu que o Rogers não sabia faze nada sabe que ele treinou, afinal, ele já era um cara espertinho antes (mesmo eu senti falta disso). Quando você fala que pecou no crucial eu acabo achando engraçado, o crucial não era um cara franzinho virar um cara fortão que lança escudo pra lá e pra cá? (eu sei que a historia do Cap é muito mais que isso, eu acompanho desde sempre, um dos meus preferidos). As pessoas falam do filme do Batman, mas o cavaleiro em sua essência não era das trevas? Então ta certo fazer um filme assim, o Iron man num era um beberão indisciplinado? Então ta certo fazer um filme assim. Nada demais ou inovador, só fizeram o que já estava na essência. E o que aprece, no filme do THOR e do CAP eles optaram por ganhar mais pessoas para o grande evento deles. Eu daria 7 (tanta briga por 1 ponto a mais uhauhauhauhauhauha)

  7. ROFDS disse:

    Sincramente, achei o filme ótimo!!!Pow, mano, axo q vc nao entendeu bem o filme. Foi o melhor do ano. O fato de nao mostrar o treinamento do Steve foi pelo curto tempo do filme se pelo menos tivesse tres horas concerteza ele deveria ficar treinando ou recebia treinamento, e a açao sem sentido foi um resumo de varias missões do capitao america na segunda guerra! Mas realmente deveria mostrar melhor a origem do caveira vermelha, mas fala serio no segundo batman niguem sabe a origem do coringa e ele é o melhor vilao dos filmes de HQ.Concerteza tem q ter mais uns flashbacks da segunda guerra com coisas q nao vimos no filme no segundo filme.O Filme foi muito bom, foi tudo q esperava, e se vc acha filme infantil, o mundo todo é uma criança pois o filme foi elogiado no mundo todo!Tão bom quanto Iron-man.

  8. Diogo Sausen disse:

    tbm não gostei dessa critica!!! (quer um filme de 5 horas pra contar tudo detalhado),, foca naquilo que se espera do Cap . ação e aventura , Cris Evans, nunca gostei dele, apenas no Scot Pilgim foi legal, mas aqui surpreendeu , segurou o filme legal, achei melhor que Thor, e pra mim a Marvel segue no caminho certo,

  9. RUBENS JUNIOR disse:

    Poisé.. crítica é assim mesmo. Muitos concordam, muitos descordam. O importante é ter opinião e, para quem curtiu o filme, parabéns! Vcs irão AMAR Os Vingadores em 2012!Abraço!Rubens Junior

  10. Halo Souza disse:

    Rubens, este é o meu comentário – Concordo em alguns pontos com vc, mas pense o seguinte:A – O roteiro segue uma jornada quase ingênua da guerra, típica dos quadrinhos do cap naquela época, onde claramente o filme foi inspirado;B – O filme tem ares daqueles filmes que eu, vc e muitos outros devem ter curtido de aventuras de capa e espada ingênuas que assistíamos na antiga Sessão da tarde, onde tudo era mais simples, preto no branco, e é esta a proposta do filme do Cap, inteligentemente definido na conversa do cientista com o franzino Rogers antes da experiência que o alterou – O soro amplificava não só o físico como o mental e a personalidade, por isto da escolha de Steven pra ser a cobaia, ele viu nele o oposto do Caveira Vermelha, que simplesmente é mau e pronto;C – Obviamente houve treinamento, o qual não foi retratado por simples argumento: não era necessário mostrá-lo;D – O clima romântico era extremamente ingênuo, entre Peggy e Steven, quase beirando comédias juvenis, mas típicas daquela época nos quadrinhos, de onde vem a adaptação (Não esqueça este detalhe!!!);Resumindo, a crítica é válida, mas é O MELHOR FILME de HQ adaptado deste ano, ganhando do ótimo Thor. Indo pelo critério nota, muito subjetivo, esta seria a minha:- Do adulto 8.5- Da criança dentro de mim, com saudades desta inocência perdida 10Tenho dito!!!

  11. O Uniforme do Capitão América nunca foi brega, brega sim é ridiculariza-lo no filme, brega é este uniforme com suspensólios.

  12. PedroFA disse:

    Nossa eu ja ia vir aqui falar q concordo com a maioria da crítica, ai vi essa resposta de q " parabéns, quem curtiu esse filme vai AMAR Os Vingadores", meio boçal vc, não amigo? pra q ficar tirando com a cara do pessoal q curtiu e discorda de vc??

  13. Infernus disse:

    POooooooooooorra…esse cara deu 3 pro thor e 6 pro capitão.me dá raiva gente assim…o filme é mt bom… redondinho, n ofende o leitor das hqs e bem equilibrado.tem defeitos? claro que tem… como todo filmeos DCnetes falam tanto que os filmes da DC são melhores que os da marvel… mais eles só tem o Batman TDK (pq o begins n é lá essas coisas) o resto é lixo (OLHA O LANTERNA VERDE AE GALERA)capaz desse cara achar lanterna verde melhor…AHUUAHHUAAHUAHUUAHAHUHUAHUHAUHAHUHUAHUAHUAHUUHnota 3 pro thor? nota 6 pro capitão?ISSO É DESCULPA DE DCnete !!!!auahuahahuahuahuauh

  14. InkedGirl disse:

    Gostei bastante do filme! Acho que abordaram muito bem a história do capitão. Também curti bastante as atuações e o visual retrô meio futurista do filme. Só senti que algumas partes deixaram muito a desejar, como por exemplo, o desfecho da luta do Capitão América com o Caveira Vermelha. Achei que forçaram a barra para haver alguma conexão com o filme Os Vingadores que chega as telonas ano que vem.Acho que o propósito do filme foi mesmo deixar os fãs com água na boca para Os Vingadores.http://nao-sounerd.blogspot.com

  15. watashieu disse:

    O filme é ótimo e não deixa a desejar em nada os outros filmes da marvel, aliás achei que foi melhor que thor e xmen!!!!!Dou nota 8 ao filme, pois achei que as cenas de ação poderiam ter sido melhores!!!

  16. concordo e não concordo com a critica, concordo com o fato de ele ter sido muito rápido, ter tido um edição um tanto quanto relapsa coloquemos assim… mas no fim das contas é um bom filme… creio ter lido em algum site que pretendem fazer o cap 2, e que ele se focaria nessas partes que ficaram faltando, treinamento, missões extras, como ocorreu a destruição das bases da hidra e afins… existe muito tempo entre a transformação dele no super soldado e o congelamento que deixou ele offline por quase 70 anos… então tem bastante material pra um segundo filme… concordo que agora esse foi feito mais pra ter um ligação com o filme dos vingadores, e sendo assim fica complicado sintetizar uma HQ de criação como a do steve rogers, em duas horinhas…. seria necessário algo do tamanho do senhor dos anéis, o que convenhamos também foi curto… mas no fim das contas foi um bom filme… não concordo com a nota, mas.. critica é que nem toba… cada um tem o seu… minha nota é 9,0.

  17. tripedante disse:

    Opa, boa crítica.Também fiz uma crítica do filme. Pode conferir aqui:http://cinelogin.wordpress.com/2011/08/02/cinema-critica-capitao-america/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s