Ajoelhe-se perante Zod

ATENÇÃO, CONTÉM SPOILERS

Que o General Zod é um dos principais vilões do Superman e que ele tem uma cronologia complicada ninguém nega, mas nem todo mundo conhece todas as suas versões. Lembrado principalmente pelos filmes Superman e Superman II, onde foi brilhantemente interpretado por Terence Stamp, o General Zod (cuja frase marcante “Ajoelhe-se perante Zod” surgiu da atuação de Terence) é considerado um dos 100 melhores vilões das histórias em quadrinhos pelo IGN, e teve várias versões. Confira:

General Zod Pré-Crise
A encarnação original do General Zod foi criada por Robert Bernstein e George Papp em 1961, aparecendo pela primeira vez na revista Adventure Comics #283.
DruZod era um Kryptoniano megalomaníaco, a cargo das forças militares em Krypton. Ele havia conhecido Jor-El, o pai de Superman, quando ele era um aspirante a cientista. Quando o programa espacial do planeta foi abolido após a destruição da lua habitada de Wegthor, causada pelo cientista renegado Jax-Ur, ele tentou assumir Krypton. Zod criou um exército de duplicatas robóticas de si mesmo. Derrotado, ele foi condenado ao exílio na Zona Fantasma por 40 anos por seus crimes. Anos mais tarde, após a destruição de Krypton e a vinda de Kal-El para a Terra, Zod foi finalmente liberado por Superboy (identidade de Kal-El usada na adolescência em Smallville) quando seu mandato de prisão acabou. No entanto, ele tentou conquistar a Terra com os superpoderes adquiridos sob o Sol amarelo. Zod, então, foi enviado de volta para a Zona Fantasma, de onde ele escapou diversas vezes para enfrentar ocasionalmente o Superman até Crise nas Infinitas Terras.
General Zod do Universo Compacto
Após Crise nas Infinitas Terras, toda a cronologia do Universo DC foi reescrita e, assim, foi estabelecido que Superman era o único sobrevivente Kryptoniano vivo, então a existência do Zod de histórias anteriores foi apagada. Além disso, nesta nova cronologia, Supergirl nunca existiu e Superman nunca foi o Superboy, o que causou grandes problemas na cronologia da Legião dos Super-Heróis, que tinha como base na sua origem, a inspiração do Superboy. Numa tentativa de resolver um dos primeiros problemas cronológicos da Crise, foi criado o Universo Compacto, uma dimensão, compacta, onde havia uma duplicata de Krypton, que também explodiu.
O Universo Compacto foi criado pelo arquiinimigo da Legião dos Super-Heróis, Senhor do Tempo. Ele criou este tão pequeno contendo a cópia de estrelas e planetas do nosso Universo. Toda vez que a Legião viajava no tempo para a época de Superboy, o Senhor do Tempo os enviava para o Mundo Compacto ao invés. Mais tarde, após a cronologia ter sido redefinida após Crise Infinita, foi revelado que Senhor do Tempo fez isso tentando acabar com a influência do Homem de Aço na Legião.O Superboy deste mundo morreu salvando seu Universo, após ter se aventurado ao lado da Legião e do Superman.
Nesta dimensão, o projetor da Zona fantasma foi achado pelo Lex Luthor de lá, que ingenuamente libertou os 3 criminosos Kryptonianos do confinamento: Dru-Zod, Quex-Ul e Zaora Hu-Ul. Como ninguém tinha os poderes necessários para detê-los, o Lex Luthor daquele mundo, um nobre cientista, criou uma forma de vida de protomatéria, Matriz, usando o material genético de Lana Lang, na esperança de criar um ser capaz de deter os três criminosos. Percebendo que não poderia lidar com os criminosos sozinha, ela veio ao Universo do Superman para pedir ajuda ao Homem de Aço. Tendo fracassado ao tentar evitar que os três criminosos Kryptonianos exterminassem por completo a vida na Terra de tal dimensão, o Super decide executá-los, estando eles já derrotados e sem poderes. Superman, sem nenhuma opção, matou os três expondo-os à Kryptonita verde. O remorso deixou-o perturbado por muito tempo. Matriz acabou vindo junto a Superman e se tornou a Supergirl.
Zod (Retorno a Krypton)
Essa encarnação do General Zod foi introduzida em 2001 no arco “Retorno a Krypton”. Este Zod era o chefe dos militares Kryptonianos em uma realidade alternativa e artificial criada por Brainiac 13. Como a versão Pré-Crise, Zod era o equivalente Kryptoniano de crenças fascistas. Zod foi derrotado por Superman e pelo Jor-El deste Krypton.
Avruiskin “Zed”do Pokolistão – General Zod
Este General Zod russo surgiu em 2001, na revista Action Comics #779, sendo criado por Joe Kelly e Duncan Rouleau. Ele acabou se tornando um dos principais vilões do Homem de Aço no inicio do novo milênio, até sua última aparição em Action Comics #805 de 2003.
A criança conhecida como Zed era o filho de dois astronautas russos que faziam parte de um plano soviético para construir uma estação espacial em órbita durante a Guerra Fria. O experimento foi um fracasso quando uma chuva de meteoros atingiu a estação espacial, bombardeando-os com radiação. Os pais de Zed sobrevivem a destruição da estação espacial, não por muito tempo: sua mãe morreu logo depois de dar à luz a ele, e seu pai foi deixado terrivelmente mutilado. A criança foi levada pelas autoridades soviéticas e serviu de cobaia para experimentos. A luz solar amarela faz dele muito fraco, entretanto, a radiação solar vermelha lhe dá poderes incríveis. Zed cresceu em cativeiro, autorizados a escrever e receber cartas com seu pai, ficando mais forte enquanto crescia (continuamente banhado em luz vermelha). Ele ainda treinou com KGBesta. Quando ficou jovem, ele aprendeu sobre Superman pela primeira vez, percebendo que Superman é um alienígena, e que ele não é. Ele também acaba percebendo que seu pai está morto há anos, e seus mestres soviéticos estão mentindo para ele sobre isso. Zed logo se torna obcecado pelo Homem de Aço. Ele acaba se convencendo que eles opostos perfeitos um do outro e que o foguete que trouxe Superman para a Terra era a mesma chuva de meteoros que destruiu a estação espacial (isto não foi confirmado e nem negado explicitamente). Finalmente, um dia, enquanto meditava, sua mente é contatada pela alma de um ser que odeia Superman tanto quanto ele: o General Zod do Universo Compacto. Ele então decide que levará o nome deste e que vai fazer de tudo para derrotar o Ultimo Filho de Krypton.
 
General Zod, como passou a se chamar, criou uma armadura vermelha que filtrava a luz do Sol e declarou-se regente do antigo estado soviético Pokolistão e tendo como parceiros em suas diversas investida contra Superman Faora, Kancer, Ignição e Bizarro. Este General Zod, que chegou a auxiliar Luthor e os heróis da Terra na guerra contra Imperiex e Brainiac 13, tinha aparência idêntica a de Kal-El. Depois de vários encontros com Superman, ele revelou seu plano de longo prazo de transformar o Sol em vermelho e assim, assumir o lugar do Superman. Ele até foi temporariamente bem sucedido, não precisando usar sua armadura, até que Lex Luthor auxiliou Superman, que recusou matá-lo. Quando o Sol ficou amarelo novamente, Zod, agora vulnerável, ainda bateu em Superman com todo o seu poder, mas acaba morrendo devido a isso. Enquanto morria, ele diz que Superman sempre “vestirá” sua face.
General Zod (Pelo Amanhã)
Introduzido no arco “Pelo Amanhã”, escrito por Brian Azzarello e desenhado por Jim Lee, este Zod residia sozinho em uma Zona Fantasma alternativa e se ressentia de Superman pela adulteração feita com ele. De acordo com ele, ele vem da mesma Krypton que Superman, e foi exilado para a Zona Fantasma por Jor-El. Este Zod usava uma grande armadura e era careca com barba branca. Essa versão também usava uma variação do Ajoelhe-se perante Zod“. Entretanto, este Zod veio de Metropia, uma versão da Zona Fantasma criada por Superman para se assemelhar a um mundo vivo, incluindo os seres aparentemente vivos. Superman criou o mundo de Metropia para ter semelhanças com Krypton, e com isso, foi revelado que este Zod, mais uma vez, não era o Zod verdadeiro. No entanto, independentemente se este foi o Zod real do Universo DC Pré-Crise Infinita, ele já foi substituído por outro, que foi oficializado como o verdadeiro General Zod. Quando Metropia entrou em colapso, Zod recusou a ajuda do Superman, escolhendo desaparecer de volta para a Zona Fantasma.
General Zod (Pós-Crise Infinita)
Criado por Geoff Johns, Richard Donner e Adam Kubert e introduzido em Action Comics #845 de 2007, este é o General Zod definitivo, surgido após Crise Infinita e presença garantida nas tramas de Novo Krypton. Este Zod se assemelha ao interpretado por Terence Stamp nos filmes do Superman.
Vindo de uma longa linhagem de membros distintos da Guilda Militar de Krypton, originada há várias gerações, Dru-Zod, quando ainda era jovem em Krypton, subiu rapidamente de patente, demonstrando as melhores qualidades de um oficial e uma dedicação incomparável à defesa de Krypton. Zod se encantou pelas proezas da soldada Ursa, com quem formou uma amizade que rapidamente se desenvolveu para um romance. Porém, tudo mudou quando Brainiac atacou, “encolheu” e seqüestrou Kandor. Zod viu-se sem poderes diante de sua primeira derrota, algo que ele jurou que nunca mais aconteceria, enquanto Ursa, que testemunhou sua unidade intera ser massacrada, começou a ter sua sanidade corroída.
Após o ataque de Brainiac, Zod começou a lidar com a Guilda Cientifica Kryptoniana, e, em particular com uma de suas mentes mais brilhantes, o cientista Non, e seu protegido, Jor-El. Pouco depois, Non confirmou as descobertas de Jor-El em relação ao fim iminente de Krypton. De acordo com Ursa e Zod, Non apresentou a informação ao Conselho Governante de Krypton, e não somente foi repreendido como também foi alertado contra falar publicamente a respeito. Quando ele desrespeitou a ordem, foi abduzido por agentes do Conselho, que o lobotomizaram e depois o largaram na Selva Escarlate, onde foi salvo e tratado por Ursa e Zod. Os dois, em seguida, reportaram o que aconteceu com Non a Jor-El e depois compartilharam seus planos para subjugar o Conselho numa tentativa de salvar Krypton. Jor-El recusou, e quando a tentativa de golpe falhou, ele foi forçado a condenar seus antigos amigos à Zona Fantasma por seus crimes, o que revoltou o trio, principalmente Zod, que confiava em Jor-El.Durante a estadia na Zona Fantasma, Zod e Ursa conceberam um filho, Lor-Zod, que foi usado por seu pai para encabeçar uma tentativa de invasão da Terra, onde o garoto foi adotado como Christopher Kent por Superman e Lois Lane. Conseguindo se libertarem, Zod e seus aliados criminosos invadiram a Terra num violento ataque. Zod pretendia destruir o filho de Jor-El em busca de vingança pelo seu aprisionamento. Entretanto, Superman, com a ajuda de Luthor e de outros vilões seus, conseguiu impedir os planos de Zod quando Christopher retornou voluntariamente para a Zona Fantasma, onde Zod e seus comparsas foram mais uma vez banidos e aprisionados.Após a formação de Novo Krypton a partir do resgate de Kandor da nave de Brainiac por Superman, Zod, Ursa e Non foram libertados da Zona por Alura (mãe de Supergirl) e perdoados por seus crimes, com Zod sendo nomeado líder da Guilda Militar, que passou a ter Superman como membro. Ele e Zod passaram a ter um certo tipo de amizade devido a profissão. Porém, por sua atitude de não matar, Kal-El foi acusado de traição por Zod, que logo retirou a acusação após um discurso de Kal sobre moralidade. Mais tarde, durante uma cerimônia, Zod acabou sendo baleado por Ral-Dar, que trabalhava para o General Lane, principal líder humano contra Krypton, o que fez Superman ser nomeado General. Entretanto, Zod se recuperou, recuperando seu cargo, e há tempo de auxiliar Kal-El na busca por traidores. Nisso, Brainiac começou a atacar o planeta, fazendo Zod atacar com todas as suas forças o vilão que propiciou sua primeira e pior derrota. Nos momentos finais da invasão, o planeta foi devastado por um míssil disparado pelo General Lane, o que fez Zod declarar guerra contra a Terra, o que o colocou de frente contra Superman uma vez mais. Por fim, após uma árdua batalha, Zod foi puxado de volta a Zona Fantasma por seu filho Lor-Zod (Christopher).
General Zod (Terrence Stamp)
Terence Stamp interpretou General Zod em Superman: O Filme e Superman II como um aristocrata patologicamente arrogante e pomposo, quase entediado com seus incríveis poderes e decepcionado com a facilidade da Terra. Foi com esta versão que surgiu a marcante frase Ajoelhe-se perante Zod. A atuação de Terence Stamp levou Zod a se tornar um dos mais conhecidos vilões do Superman, e os fãs passaram a ver este Zod como a versão definitiva do personagem. A versão cinematográfica do General Zod é classificado como o número 58 dos 100 Maiores Vilões de Todos os Tempos pela revista Wizard.
 
Zod será antagonista do novo filme do Superman, Man of Steel, previsto para 2012, onde será interpretado por Michael Shannon.O General Zod também apareceu em Smallville, onde, mais jovem, foi interpretado por Callum Blue.
Curiosidade: No Multiverso composto de 52 Terras, existem dois Zods que se tornaram Superman:
–>Terra 15: Nesta Terra Zod (sem o General) se tornou o Superman e engravidou Lois Lane, porém, tanto Zod quanto Lane e esta Terra foram destruídos pelo Superboy Primordial, na época Superman Primordial.
 –>Terra 40: Neste Universo ele era um sociopata de 11 anos de idade, que criou um vírus mortal em Krypton por nenhuma razão real que não seja diversão. Zod foi banido para a Zona Fantasma por causa de suas ações, até que cientistas americanos violaram a Zona e o descobriram. Tomado pelo governo e com o nome de “Clark Kent, Zod enganou a maioria de seus superiores adultos, atuando no papel de uma criança com medo até que ele cresceu e se tornou o adulto “Superman“.

Sobre tioultimate

blog tipo 2 do titio ultimate
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s