Grandes Sagas DC – Invasão!

Em 1988/1989, após o sucesso de Crise nas Infinitas Terras e o certo fracasso de Milênio, foi lançada a saga Invasão! que mostrava nove raças alienígenas se unindo contra a Terra. A saga, publicada como um mini de três edições e vários tie-ins, mostrou a guerra entre a humanidade e os alienígenas. A trama escrita Bill Mantlo e desenhada por Todd McFarlane, Bart Sears, e Giffen foi um sucesso. A historia, com pitadas de ficção cientifica e lembrando o esforço dos heróis e da população durante as duas guerras mundiais, mostrou os aliens atacando pontos importantes do mundo como Cuba, Austrália, Rússia e até a Ilha Paraíso. Durante a guerra, ainda foi lançada uma bomba genética que afetou os personagens. A saga ainda definiu que os heróis da DC eram Meta-Humanos e explicou o que é um meta-humano.
Junto à primeira edição da saga foi lançado uma edição especial do Planeta Diário, no formato de um jornal de verdade, que mostrava em detalhes a Invasão e suas conseqüências.
Curiosade: Sobre esse o jornal da Invasão. Ele chegou a ser publicado no Brasil, nos tamanhos originais, mas foi “abrasileirado” pela Editora Abril, que mostrou no jornal: Tirinhas de artistas brasileiros; Uma propangada da rádio Transamérica (cujas propagandas sairam em algumas edições da saga por aqui), onde é informado que a rádio foi o primeiro meio de informação a transmitir a invasão alienígena e até menções à Rede Globo e Bandeirantes.
(Clique para ampliar)
Destaque também para a seção gente responde, que mostrou as conseqüências da Invasão para famosos, como o boxeador Maguila (na versão brasileira). Caso queira conferir o Planeta Diário Edição Especial da Invasão, clique aqui!
A Aliança Alienígena

Domínions: Grandes arquitetos da invasão. Inteligentes, impiedosos, planejadores e estrategistas. Apesar de serem altamente avançados tecnologicamente, vivm em uma sociedade hierárquica rígida, em que o sistema de castas é determinada pelo tamanho do círculo vermelho em suas testas.
Durlanianos: São transmorfos. A sobrevivência em seu mundo induziu neles a característica camaleônica.

Thanagarianos: Os homens alados de Thanagar que sonham em espalhar pelo universo seu estado policial fascista. Thanagar é um planeta beligerante, imperialista, totalitário, corrupto e racista, onde a classe privilegiada vivia em enormes torres; e a ralé, no submundo, mantendo o padrão de vida dos poderosos.

Gil’Dishpans: Uma raça de seres aquáticos provenientes do sistema estelar de Veja que vivem dentro de conchas cibernéticas blindadas, armadas e com água. Eles eram os organizadores das linhas de suprimento da aliança.

Daxamitas: Um povo xenófobo e interessado na evolução dos seres vivos. Desenvolvidos cientificamente, são grandes engenheiros científicos. Assim como os Kryptonianos, sob um Sol amarelo, adquirem poderes, porém são vulneráveis a chumbo. Acabaram mudando de lado durante a guerra.

Guerreiros de Okaara: Uma das raças mais velhas do Sistema Vega, os Okaaranos aprendem a arte da guerra desde a infância. Eram os armeiros da aliança alienígena.

Povo da Cidadela: Temidos pelos habitantes do Sistema Vega, os Psíons seqüestraram a Okaarana X’Hal fazendo-a unir-se com um guerreiro brutal Branx. Desta união nasceram duas crianças: um ser mutante horrível, que se tornou o primeiro componente da Cidadela; e outra humana, Lambien. O solitário ser da Cidadela se voltou contra seus aliados, clamando todo o poder para si. Assim, utilizando as máquinas dos Psions, ele se clonou, criando um verdadeiro Império da Cidadela, aterrorizando todos aqueles que não se rendessem às suas vontades. Conhecidos pela força bruta, os cidadãos da Cidadela administraram a masmorra estelar, uma plataforma-prisão onde os prisioneiros da aliança eram encarcerados.

Psíons: Há bilhões de anos, um dos primeiros planetas em nosso universo a ter vida, com uma população de imortais, os Maltusianos (que mais tarde se tornariam os Guardiões do Universo), complementavam seus conhecimentos estudando e fazendo experimentos com espécimes animais. Assim iniciou-se a evolução das criaturas conhecidas como Psíons. Milhões de anos depois, os Psions se envolveram completamente em estudar e remontar o maquinário estranho que seus ancestrais deixaram. Os cientistas sádicos e amorais concentraram seus esforços na vivissecção de espécimes humanas.

Khúndios: A raça mais brutal e temida do universo. Os Khúndios são humanóides guerreiros que foram a força bruta da Aliança, já que muitas raças não gostavam de “sujar as mãos”.

Além deles, havia também a Guilda das Aranhas, que manteve apenas a prestação de serviços invés de se unirem à Aliança.

A Trama

Fase Um: A Aliança Alienígena

A Aliança Alienígena se uniu no intuito de deter o possível avanço da Terra devido aos seus superseres, que poderiam transformar a Terá em uma matriz de uma raça de imprevisíveis superseres. Para descobrirem o segredo dos superseres da Terra eles passaram a aprisionar diversos humanos, incluindo Snapper Carr. Além deles foram aprisionados alienígenas, como Vril Dox. Todos eles eram presos na Masmorra Estelar e alguns deles eram escolhidos para serem dissecados pelos Psíons no intuito de descobrir o segredo dos meta-humanos.

Em Rann, Adam Strange decide se entregar aos alienígenas para prevenir um ataque a Rann e para espioná-los. Alguns membros dos Omega Men também foram capturados pela Aliança.

Enquanto isso, os serviços de Garguax em sua base no lado escuro da Lua , antigo vilão da Patrulha do Destino, foram recusados pela Aliança. Assim, o caminho da Aliança até a Terra estava livre.


Após uma rápida reunião, os lideres da Aliança decidem iniciar a invasão à Terra para exterminar os meta-humanos. As armadas da Aliança inicialmente atacaram a Austrália. A primeira cidade a ser atacada foi Melbourne, ao meio-dia, horário local. A força invasora havia sido reconhecia pelas Nações Unidas há poucos momentos do ataque e um contra-ataque nucelar resultaria a morte de centenas de milhares de inocentes. O exército Australiano foi devastado, sua força aérea derrubada dos céus e as embarcações naufragadas. Com isso, o governo da Austrália pediu rendição e a população foi levada aos campos pertos das bases alienígenas.

Durante esse ataque, os Daxamitas descobriram ter poderes sob o Sol amarelo. Enquanto isso, muito longe dali, o Espectro é convocado por aqueles que não podem esperar. Através de um portal, o Espectro vai ao encontro dos Lordes da Ordem que explicam que caso se envolvam na guerra (que não é gerada pelo Caos) o Caos faria o mesmo e a balança entre Ordem e Caos se desequilibraria e por isso, o Espectro não deveria fazer nada, já que se aliasse aos Lordes da Ordem, os Lordes do Caos se aliaram aos alienígenas. Como se não bastasse não puder se envolver na guerra, ele também deveria impedir que os heróis místicos se envolvessem também.

No espaço, Adam Strange usa o Raio Zeta para fugir da Masmorra Estelar e acabada indo parando no Pacifico Sul, onde foi cercado por Khúndios, que estavam montando um dos diversos postos avançados da Aliança na Terra.

De volta a Austrália, cientes de que os satélites-espiões de outras nações agora se voltavam para lá, a Aliança transformou, com alarde, o antigo estado de New South Whales num vasto campo de concentrações. Enquanto os Khúndios separavam as pessoas por sexo, os Okaaranos descobrem no centro do que já foi Camberra, a embaixada da LJI, onde capturam o herói australiano Demônio da Tasmânia, que rapidamente é enviado aos Psíons.

Enquanto isso, o Esquadrão Suicida é proibido de entrar em ação, assim como a Liga da Justiça Internacional, que deve esperar até o comunicado dos alienígenas. Mais tarde, a aliança entra em contanto com a ONU e oferecem um tratado: que a Terra entregue seus superseres para que a sobrevivência da humanidade fosse garantida. Após diversas discussões na sede da ONU em Nova York, as Nações Unidas decidem não entregar seus seres e enfrentarem a invasão unidos.

Confiram as aéreas afetadas pela Invasão da Aliança:
(Clique para ampliar)

Fase Dois: Campo de Batalha: Terra

Mais tarde, o conselho de segurança selecionou quatros pessoas para comandar as defesas da Terra durante a guerra:

General Wade Eiling – Líder das Forças Armadas da Terra.

Amanda Waller – A líder do Esquadrão Suicida, foi posta no comando da inteligência Terrestre.

Maxwell Lord – Contato e conselheiro dos heróis.

Capitão Átomo – O super-herói atômico foi escolhido como comandante-em-chefe dos super-heróis do planeta devido as suas experiências heróicas e militares.

Enquanto isso, batalhas entre as forças da Aliança Alienígena e os super-heróis eram travadas ao redor do globo:

– As forças Atlantes de Aquaman, unidas aos Demônios do Mar e à Patrulha do Destino (aliada a Garguax, com raiva de ter sido recusado pela Aliança), combateram os Gil’Dishpans e suas criações mutantes no circulo polar ártico. Este conflito custou à Terra a primeira morte de um super-herói: Celsius, líder da Patrulha do Destino, que se sacrificou para danificar a nau capitânia dos aliens.

– Na Austrália, o Eléktron aliado ao seu inimigo Cronos, enfrentaram os Khúndios dentro de sua base na Terra.

– Após ter fugido da captura dos alienígenas, Starman somou forças à Águia Flamejante, Poderosa e Nuclear no palco de guerra do Pacífico Sul. Lá eles conseguiram resgatar Adam Strange dos Khúndios.

– Já em San Diego, o Homem Animal saiu-se vitorioso contra as forças de ataque Thanagarianas, mesmo tendo passado um sufoco quanto a uma bomba que ele não tinha a mínima idéia de como desarmá-la. A bomba foi facilmente desligada pelo Gavião Negro, que simplesmente a desligou.

– Em Havana, Batman enfrentou Thanagarianos e Khúndios.

– Ainda no Pacifico Sul, a Mulher Maravilha, com a ajuda de um contingente da LJI, conseguiu sobrepujar os Khúndios. Perto dali, os membros remanescentes da Liga da Justiça infligiram pesadas perdas à frota especial alienígena.

– Na embaixada da LJI, a tentativa de infiltração de um batalhão de mini-soldados Khúndios, utilizando os teleportadores achados na embaixada da LJI na Austrália, foram rechaçadas por Oberon, que enviou um dispositivo no lugar dos Khúndios.

Os Novos Guardiões retardaram o avanço de Okaaranos através da China, enquanto o Capitão Átomo fracassou ao tentar alcançar um satélite repleto de armas secretas.

– Em Cuba, Flash opôs-se aos Durlanianos, onde, rumores indiquem que ele foi auxiliado pelo misterioso Caçador.

No mundo todo, centenas de milhares de pessoas se mobilizaram para ajudar os heróis na batalha contra os alienígenas. A lista de alistamentos entre as decádas de 1970 e 1980 quase triplicou durante a guerra intergaláctica.

Ás cinco horas da manhã, horário dos EUA, Superman se encontrou com os líderes da Aliança e com isso conseguiu garantir um cessar-fogo de 24 horas. O Homem-de-Aço para conseguir tal cessar-fogo, criou a farsa que esse cessar seria preciso para a entrega dos super-heróis.

Com isso, a Terra retirou seus heróis dos combates e os Khúndios e outros membros da Aliança recuaram suas tropas. Logo depois, para decidir que curso a Terra tomaria em seguida, diversos super-heróis foram chamados na Montanha do Norad, sede de operações estratégicas. Lá, foi decidido que era hora de levar a guerra até o inimigo e para que isso aconteça com sucesso, Amanda Waller decidiu recrutar super-vilões utilizando os recursos do seu Esquadrão Suicida.

Então, com essas decisões tomadas, um grupo de super-heróis liderado por Superman vão invadir território inimigo, a tomada Austrália. Já no Circulo Polar Ártico, o exército Atlante liderado por Aquaman, Aqualad, Patrulha do Destino e Demônios do Mar, preparam-se para continuar seu ataque ao contigente Gil’Dshpan. Os heróis surpreendem os alienígenas ao atacá-los durante o cessar-fogo. Os alienígenas são pegos de surpresa.

Durante a batalha que se segue na Austrália, os Daxamitas surpreendem Superman ao mostrarem seus poderes (vale ressaltar que na época, Mon-El, “irmão” adotivo Daxamita do Superman, foi desconsiderado da cronologia). No espaço, os Domínions foram surpreendidos por um robô bomba-Flash criado por Lex Luthor.

De volta a Austrália, os vilões do Esquadrão Suicida, curiosamente incluindo o Besouro Bisonho, atacam ferozmente a força Khúndia. Enquanto isso, o Comando da Terra recebe boas noticias: Os Durlanianos foram expulsos de Cuba e as força de Aquaman obtiveram sucesso no Ártico. E mais boas noticias chegam: Os Khúndios deixaram a Austrália.

No espaço, seis Daxamitas, depois de conversarem com Superman, mudam de lado. Para provarem que não são traidores, um deles voltou a Terra, onde morreu devido ao chumbo na atmosfera, sem antes de enviar uma mensagem para Daxam mudar de lado na guerra. Ainda no espaço, Superman e os Daxamitas, se unem a Liga da Justiça na superfície da Lua.

Enquanto isso em Moscou, um contingente do Esquadrão Suicida, os Novos Guardiões e o Soviete Supremo enfrentam Okaaranos numa batalha que causou uma escala de devastação jamais vista desde a Segunda Guerra Mundial. No espaço, os Khúndios entram em conflito contra os Domínions por terem opiniões diferentes sobre a guerra. Já na Masmorra Estelar, Vril Dox lidera um motim com seres, que no futuro viriam a formar a L.E.G.I.Ã.O (liderada por Dox) e os Blasters e Omega Men. É durante essa rebelião que os humanos capturados pela Aliança, incluindo Snapper Carr, descobrem serem meta-humanos também. Assim conseguiram fujir.

Enquanto isso no planeta dos Domínions, um Dominion de uma casta inferior, finalmente descobre o segredo dos meta-humanos. A resposta era o metagene, uma variante biológica que se encontra latente em um grupo de seres humanos até o instante em que sua extraordinária tensão física e emocional provoca sua ativação. Uma alteração cromossômica ocorre à medida que o metagene toma a fonte da tensão e transforma a catástrofe potencial num catalisador da mudança genética. Além de ter descoberto isso, descobriu sozinho uma forma de neutralizar seus efeitos, uma bomba genética.

No espaço, os heróis e os Daxamitas atacam as naves da Aliança e a nave-mãe dos alienígenas. Na Terra, as forças Okaaranas foram expulsas de Moscou. De dentro da nave-mãe da Aliança, uma falsa mensagem é enviada aos aliados dos Domínios fazendo com que todos se voltassem contra eles. Desertados por seus aliados, os Khúndios e Domínions foram praticamente derrotados, por uma única exceção: Os Domínions podiam escolher entre a rendição ou a chacina dos humanos. É nesse momento em que o Desafiador, desrespeitando a ordem de Espectro, entra em ação ao tomar posse do corpo do oficial Domínion, fazendo com que o sinal de rendição fosse transmitido. A invasão estava terminada e a população da Terra festejava.Fase Três: Mundo sem Heróis

Porém, aquele Domínion que havia criado a bomba genética, a disparou na Terra, o que afetou praticamente todos os meta-humanos do planeta. Os afetados são levados às pressas para um complexo médico, uma antiga instalação da Lexcorp, arrenadado pelas Nações Unidas. Os pacientes passaram a ficar sob os cuidados do Dr Megala. A bomba causou a morte do jovem integrante da Patrulha do Destino, Scott Fisher, entretanto, também fez com que os poderes telepáticos de Maxwell fossem revelados e que o Metamorfo fosse ressuscitado.

Então, Lord e Amanda decidem enviar Starman, Soviete Supremo, Hal Jordan, Homem Robô, Guy Gardner e Caçador de Marte até o planeta natal dos Domínions em busca de um antídoto para as conseqüências causadas pela bomba genética. Em direção ao espaço, a equipe de Lord encontra Superman e os Omega Men (junto aos futuros Blasters). Assim começa o plano de achar um antídoto. Utilizando os recém adquiridos poderes de teletranporte de Snapper Carr, Caçador de Marte, disfarçado como Domínion, e Homem Robô acham o alienígena que inventou a bomba preso. Eles ao voltarem a nave, revelam que agora sabem a resposta para a moléstia genética que estava afetando os superseres da Terra, porém, para tala, precisariam de um equipamento especial, que esta na Masmorra Estelar. Enquanto um ampunhado de heróis enfrentam Domínions, outros conseguem o antídoto na Masmorra Estelar. Chegando na órbita da Terra, os Omega deixam os heróis e os Blasters salvos. Lá, eles montam a bomba antídoto que ao ser explodida, cura todos os superseres da Terra. Assim acaba a saga Invasão!

Publicado originalmente por mim no meu blog Antimonitor HQs

Sobre tioultimate

blog tipo 2 do titio ultimate
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Grandes Sagas DC – Invasão!

  1. Gil Rodrigues disse:

    Eu me lembro disso, acompanhei na DC2000 da Abril e na revista da LJI (que diga-se de passagem foi a pior fase da LJ de todas as eras…).Muito legal o post!Não teriam a saga por aí pra gente relembrar… >:)

  2. Anonymous disse:

    Antimonitor, muito bom texto cara. Acompanhei a Invasão nos gibizinhos da Abril com todo interesse. Era a megasaga DCnauta, enquanto os amigos acompanhavam a Marvel.

  3. Gil Rodrigues disse:

    Ôpa!! A quem interessar possa…http://www.megaupload.com/?d=TFLOOLSGA saga completa!!!Direto do BLOg só de packs do Pingola Arcaica.

  4. Augusto disse:

    Pô, bicho! Ótimo post! Será que vcs não conseguem postar as revistas tbm?abraço!!!

  5. Michel disse:

    suck&comment…. muiiiiito bom o seu trabalho, cara…. dedicação mesmo… é muito gostoso relembrar as grandes sagas com quem realmente entende do assunto e com detalhes e curiosidades às vezes não percebidos na época. detalhou até os desdobramentos. Matou a pau!!!!ops….isso me lembrou uma coisa: EU QUERO CHUPAR!!!! Cadê os links???? Vou ter q procurar em "todas as HQs já feitas até hj"????

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s